Setembro marca inauguração da coleção farroupilha em Piratini

O Museu Histórico Farroupilha, localizado em Piratini – instituição da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac) -, se prepara para inaugurar a coleção TcheVoni, que resgata fragmentos históricos da Revolução Farroupilha (1835-1845). O acervo foi doado pelo colecionador Volnir Júnior dos Santos, mais conhecido como TcheVoni. O evento está marcado para o dia 11 de setembro, às 10h – data que celebra os 185 anos da proclamação da República Rio-Grandense. Será uma cerimônia restrita a convidados e imprensa, obedecendo aos protocolos de prevenção à Covid-19.

TcheVoni estará no estado na condição de hóspede oficial e será recebido pela secretária de Estado da Cultura, Beatriz Araujo, e Francieli Domingues, diretora do Museu Farroupilha. Na ocasião, também será realizado o descerramento da obra artística “Fuga de Anita Garibaldi a cavalo”, de autoria de Dakir Parreiras (1894-1967), restaurada pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), por meio de um acordo de cooperação técnico-científico firmado entre a Sedac e a UFPel, em 2019.

O acervo, da mais alta cotação histórica, conta com quase mil peças, entre livros, espadas, balas de canhão, documentos, moedas e itens comemorativos do período farroupilha. O público poderá conferir de perto a coleção a partir do dia 12 de setembro (terça a sexta, das 9h às 11h30 e das 13h30 às 17h; sábados e domingos, das 14h30 às 17h) – mediante agendamento.

Para ler mais, acesse: https://cultura.rs.gov.br/setembro-marca-inauguracao-da-colecao-farroupilha-em-piratini